Notícia velha, mas…..

… VAI TOMAR NO CU, PREFEITURA!!!

ce,iterio

Isso está postado no site da prefeitura de Magé! Os cemitérios de nosso municípios não estão preparados pra porra nenhuma, seu prefeito! O senhor não enterraria seu animalzinho de estimação em nenhum desses cemitérios! Vai se foder!

Eis duas postagens nossas sobre o cemitério de Raiz da Serra, desde então, quase nada mudou!

https://mageeocudomundo.wordpress.com/2011/02/14/e-no-cemiterio-de-raiz-da-serra/

https://mageeocudomundo.wordpress.com/2011/04/15/e-no-cemiterio-de-raiz-da-serra-2/

Vai ser cara de pau assim na puta que o pariu!

Será uma questão de ponto de vista?

Quando a gente visita o site da prefeitura de Magé (Clique aqui para acessar) ou o blog do prefeito de nossa cidade (Clique aqui para acessar), temos a impressão que Magé é uma das sete maravilhas do mundo! Sabemos que não é bem assim, aliás, estamos longe disso! Nosso prefeito também conhece essas mazelas, tanto que ele mora na Barra da Tijuca!

Em nosso município falta até mesmo o básico, como, por exemplo, água! Em setembro do ano passado, a falta d’água em Magé ganhou destaque a nível nacional e hoje, mais de um ano depois, o problema persiste. Parece piada, mas o problema nunca é resolvido e, para piorar, a CEDAE se manifestou mês passado pedindo aos moradores (que não têm água) que economizem água.

torneira_sem_gua

Mas nós não precisamos nos preocupar porque, segundo a própria CEDAE, ela tem um faturamento mensal de cerca de R$ 300.000.000,00. Entre os anos de 2007 e 2009 foram renovados 32 convênios com municípios fluminenses, todos assinados em conformidade com as regras definidas na Lei Federal n° 11.445/07 que estabelece as diretrizes nacionais para o nosso segmento de atuação. Ou seja, nosso município gasta dinheiro pagando uma empresa para que esta preste determinado serviço, todavia a empresa não presta esse serviço como deveria. Provavelmente as tais diretrizes devem exigir que todo morador de Magé fure o próprio poço!

manifestacao

São essas diretrizes e leis que devemos obedecer cegamente. E depois ainda criticam quando o povo se enfurece! Sem água, sem ponte, sem saúde, sem direitos, sem qualquer estrutura! Realmente malandro é você, prefeito! Morar num lugar como esse não dá!