Magé Online, que merda é essa sobre as manifestações?

Minha terra tem palmeiras

Onde canta o sabiá

As aves que aqui gorjeiam

AGORA GORJEIAM EM TODO LUGAR. E, como não poderia deixar de ser, gorjearam também em nosso município, onde um grupo de cerca de 1000 pessoas foi para as ruas do centro do Magé (em Piabetá, também houve protesto) para exigir melhorias urgentes na nossa sofrível Saúde Pública e no inútil Transporte Coletivo.

Dos protestos, das reivindicações e dos graves problemas que enfrentamos todos os dias, todos nós mageenses já sabemos. Por isso, não acredito que caiba aqui falar da manifestação em si. No entanto, gostaria de falar de quem falou das manifestações, em especial do website Magé Online.

A matéria é tosca já no seu título: magé online matéria

Houve uma manifestação popular por melhores condições de vida e o que o colunista enfatiza é a “maneira ordeira” com que os manifestantes se comportaram? Há uma reação democrática contra a pífia administração de Nestor Vidal e o senhor Antonio Alexandre preocupa-se com bom comportamento?

magé manifestação 2

Quando um grupo de pessoas levanta a voz contra um prefeito que finge estar presente (lembram do Magé Itinerante?), mas que, na verdade, não ouve qualquer reclamação dos mageenses, não se pode esperar ordem. Quando há cartazes pedindo a saída de um prefeito que, como o PT, fez pactos com a oposição (lembram do Werner Saraiva?) para ter maior apoio e ser eleito, não se pode esperar que as coisas “transcorram de maneira ordeira”, como diz o senhor Antonio Alexandre. Quando, no fim das contas, nós concluímos que a única coisa que mudou na prefeitura de Magé foi o nome e o sexo do prefeito, pois todo o aparato administrativo (grupo de trabalho, cargos comissionados, coligação partidária, licitações, contratos, gastos, ineficiência e ideologia) é o mesmo, não se pode esperar que a “democracia seja a grande agraciada da manifestação”. Quando locomover-se dentro do município é um martírio e achar atendimento médico é uma questão de sorte, não se pode, de modo algum, esperar “paz”.

magé manifestação

Não incito depredações (depredar o pouco que temos é querer dormir em escombros no fim das contas), mas também não posso apoiar a ordem em um momento como este. Se é assim que seremos ouvidos, temos que ir pra rua e fechar o trãnsito. Se é assim que o prefeito e seus secretários vão olhar pra nós, vamos gritar e causar desordem. É preciso quebrar a rotina das pessoas para que se entenda que esta não é a rotina que queremos.

Eu já vi e li algumas outras reportagens do Magé Online. Todas bem ordeiras e capciosas. Esta percepção deixou-me com uma pulga, bem incômoda, atrás da orelha. Por isso, pergunto: Quem financia vocês? Quem são seus idealizadores? A quem vocês servem? Pra quem você trabalha, Antonio Alexandre?

Um outro site, o Notícias de Magé, foi bem mais lúcido ao tratar das manifestações. Contudo, o Magé Online insistiu em afirmar que o cálculo correto é protesto = ordem. Se protesto fosse igual à ordem, não haveria mudança alguma na História.

Em tempo: Antonio Alexandre, se decidir escrever uma nova matéria, por favor, revise-a com cuidado. Seu texto é bem curto. Porém, há erros grosseiros nele: de ortografia, concordância verbal, como também de coerência e coesão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s